sábado, 10 de novembro de 2012

Transtorno Bipolar Afetivo. Como tratar e quais os sintomas da doença!!!

 Olá, hoje vamos falar de um assunto delicado e que exige o maior respeito: 
Transtorno Bipolar!!! 
De vez em quando nos deparamos com pessoas que tem mudanças drásticas de temperamento, como: humor exacerbado, tristeza descontrolada, excesso ou falta de socialização, indiferença.... - e ficamos sem referência daquela pessoa. Daí pensamos: "Nossa, como ela é inconstante, falsa, estranha, dissimulada, não gosta de mim....." - e, por ai vão-se os pensamentos e julgamentos. 

Mas, na verdade o que essa pessoa tem é uma grave doença que até bem pouco tempo atrás era chamado de psicose maníaco-depressiva. Bem, esse nome foi deixado para trás mesmo porque esse transtorno não apresenta necessariamente esses sintomas psicóticos. Na verdade com o passar dos anos deixou de ser uma perturbação psicótica para ser considerado uma perturbação afetiva. 

Uma pessoa que tenha uma fase depressiva, receba o diagnóstico de depressão e dez anos depois apresente um episódio maníaco tem na verdade o transtorno bipolar, mas até que a mania surgisse não era possível conhecer diagnóstico verdadeiro. O termo mania é popularmente entendido como tendência a fazer várias vezes a mesma coisa. Mania em psiquiatria significa um estado exaltado de humor. 

O psiquiatra americano Hagop Akiskal, 58, diretor do International Mood Center, é o responsável pela descoberta de que os transtornos de humor - que a medicina chama de transtornos bipolares - estão na raiz de muitos casos tidos como de depressão clássica.

A depressão do transtorno bipolar é igual a depressão recorrente que só se apresenta como depressão, mas uma pessoa deprimida do transtorno bipolar não recebe o mesmo tratamento do paciente bipolar. Porém o paciente é facilmente tratado por uma combinação de medicação e psicoterapia.


O tratamento adequado do TB reduz a incapacitação e a mortalidade dos portadores. Em linhas gerais, inclui necessariamente a prescrição de um ou mais estabilizadores do humor em associação (carbonato de lítio, ácido valpróico/valproato de sódio/divalproato de sódio, lamotrigina, carbamazepina, oxcarbazepina). A associação de antidepressivos (de diferentes classes) e de antipsicóticos (em especial os de segunda geração como risperidona, olanzapina, quetiapina, ziprasidona, aripiprazol) pode ser necessária para o controle de episódios de depressão e de mania.

Para lidar com essa situação vc vai precisar de muita paciência, carinho, amizade e amor...

Aproveito e deixo uma dica da Danny do The ABS sobre o filme do Richard Gere. Tem tudo a ver. Vale à pena assistir.



Gostou do post? Então, deixe o seu comentário!!!

Bjkas,

fonte: Folha de São Paulo

Comente com o Facebook:

8 comentários :

  1. Oi flor!!!Tá aí um problema sério.Já tive gente na família que sofreu com isso,com a graça de Deus e dos avanços médicos, hoje meus familiares estão bem.Parabéns pelo post,flor!!!

    Bjos!!!

    eelatemborogodo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa!!! Sei bem o que é isso!!! Obrigada por vir aqui e comentar. Seja sempre bem vinda!!! Bjkas

      Excluir
  2. Adoreii o post! :D

    Beijinhos

    http://bellavaidosas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi florzinha, obrigado por comentar aqui. Seja sempre bem vinda. Bjkas

      Excluir
  3. Amei o post, e obrigada por esclarecer algumas duvidas minha nesse assunto !
    Já estou seguindo seu blog
    Convido-lhe a vir conhecer meu blog e assim segui-lo também !

    Um enorme beijo, http://astresmosqueteiras-larissapadula.blogspot.com.br/2012/11/unha-quebrada-achamos-solucao.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa!!! Obrigado flor, por vir aqui deixar seu comentário e seguir o Achei. Seja sempre bem vinda, viu. Bjkas

      Excluir
  4. Poisé ninguém entende esse problema,eu infelizmente tenho transtorno Bipolar :(

    O meu começou com uma depressão fortíssima,nessa época estava pesando 62kg e minha altura era de 1,72,estava um pouco abaixo do peso acho que se eu tivesse ficado por mais tempo assim iria ficar anoréxica,porque cheguei a esse peso em 2 semanas,depois de alguns anos intensificou o distúrbio,infelizmente ainda não consegui ir ao psicologo para tratar,porque é muito complicado,principalmente quando não se tem apoio da família(e eles nem sabe do meu problema, só meu noivo que descobriu depois de um surto que tive inconscientemente),mas melhorei bastante depois que comecei com meu blog,onde eu me distraio e sou eu mesma :)

    http://pancakesandrock.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiêe flor, é mesmo muito sério. A gente tem que tomar cuidado com nossas amizades e tudo o mais. Porém a familia é importante ter conhecimento disso viu. Com certeza irão te ajudar. Desejo-lhe muita sorte. Venha sempre aqui pra gente conversar, Bjkas

      Excluir

No Instagram @acheiebloguei

Achei e Bloguei - Copyright © 2016 - Todos os Direitos Reservados